Murabei participa do Vallourec Open Brasil

Murabei participa do Vallourec Open Brasil

Finalizando no último dia 15 de setembro, a Murabei teve a oportunidade de participar do Vallourec Open Brasil, programa de seleção de startups para trabalhar junto da empresa. Nesse processo, fomos apresentados a desafios bem distintos dos que já havíamos enfrentado, levando a uma experiência única.

A começar pelo processo de seleção. Depois da primeira fase, que foi uma análise da documentação das startups e sua sintonia com o desafio proposto, a segunda fase de seleção consistia em um vídeo-pitch de 5 minutos, incluindo apresentação de uma pré-proposta de valor, apresentação da empresa e da equipe que realizaria o projeto. Foi uma experiência única, em que pudemos mostrar nossa cultura diretamente pela filmagem de nossos colaboradores, assim como ilustrar a ideia por trás da startup, explicando o conceito que carregamos a qualquer projeto.

Depois dessa nova experiência, fomos felicitados com o convite a participar da etapa de imersão, realizada de 11 a 15 de setembro no Vallourec Competence Center, no campus da ilha do Fundão da UFRJ. A nós, essa proposta foi bem interessante e inovadora, pois foi um contato bem profundo com um mercado completamente diferente dos com que estamos acostumados a trabalhar, e ainda houve uma dedicação e cuidado muito grandes por parte da proponente. São raras as companhias que dedicam tanto tempo e recurso em educar seus fornecedores, de forma a que eles melhor lhe tragam valor.

Bom exemplo disso foi o primeiro dia da imersão, que foi repleto de palestras sobre o funcionamento da indústria, suas especificidades, sua tecnologia e desenvolvimento em andamento. Poucas vezes aprendi tanto em tão pouco tempo, tanto que saímos todos um pouco atordoados desse dia. O segundo começou com uma apresentação sobre uma metodologia de criação de proposta de valor, também densa em informação e muito útil, a partir da qual as equipes puderam começar a criar as propostas que apresentariam no final da semana.

Durante toda a imersão, a Vallourec nos disponibilizou uma grande equipe de seus gerentes e coordenadores, com os quais fomos entendendo melhor do negócio e aprimorando nossa proposta de valor, cada startup direcionando sua solução ao assunto de que tinha mais domínio. Ao final, a sexta-feira foi um pitch-day, em que apresentamos nossa solução, num processo que foi um dos melhores organizados que já vi, apesar do curto prazo. E no mesmo dia soubemos da proposta de valor escolhida.

Infelizmente, não foi a Murabei escolhida dessa vez. Apesar disso, a proposta que apresentamos despertou curiosidade no (futuro) cliente, e cremos que uma evolução dela será aceita a ponto de que possamos mostrar nosso trabalho mais diretamente. Enquanto isso, a experiência nos colocou em contato com uma indústria bem diferente das com que costumamos trabalhar, com uma variedade de desasfios instigantes, enquanto que o convívio próximo com nossos concorrentes nos mostrou que em muitos sentidos somos complementares, podendo vir a trabalhar juntos e aprender um com o outro no futuro.

Fechando essa semana, eu diria que foi uma boa semana, em que muito aprendemos e vivemos, que de outra forma não faríamos. E os contatos criados certamente evoluirão em sentidos que ainda não conhecemos, mas dos quais muito espero.