#COVID-RADAR Antes de tudo… um pouco sobre ciência

O que é real? Como você define o ‘real’? Se você está falando sobre o que você pode sentir, o que você pode cheirar, o que você pode saborear e ver, o real são simplesmente sinais elétricos interpretados pelo seu cérebro.

Morpheus

Antes de tudo…

Este post será o primeiro de muitos que vamos publicar em parceria com o Covid-Radar pelos quais será construído aos poucos um estudo científico. Levantaremos as hipóteses de trabalho; serão selecionados os dados necessários para o estudo; construídos processos de coleta e tratamento de dados; os dados serão cruzados e construídos modelos matemáticos para os testes de hipóteses e finamente, se tudo der certo, chegaremos a resultados que poderão ser utilizados pelos órgãos públicos para melhor gerenciar as medidas de restrição adotadas nas diferentes formas de quarentena aplicadas pelo país.

Para o público geral que muitas vezes não está habituado com estudos científicos, este normalmente é composto por 4 partes: Introdução, materiais e métodos, resultados e discussão e conclusão

Introdução: Corresponde ao contexto geral sobre o artigo e as motivações que levaram ao estudo, aqui também o pesquisador tenta “vender seu peixe”, demonstrando que seu estudo é inovador. Uma das partes mais importantes de uma boa introdução são as referências à outros estudos. Essas referências permitem que o leitor possa buscar os estudos originais, aprimorar seu conhecimento sobre o tema e  verificar se o que está escrito realmente foi dito no artigo de referência.

Materiais e métodos: Aqui basicamente o pesquisador coloca todos os passos que foram feitos para obter os resultados que serão analisados. Essa seção do artigo costuma ser a mais maçante, com descrição detalhada de cada uma das etapas o que qualquer pesquisador reproduzir o experimento para verificar sua autenticidade. Bom basta lembrar da vez que você tentou reproduzir a receita de pão de queijo da sua vó onde as medidas eram “punhado”, “até dar o ponto”, para entender como uma  seção de material e métodos é importante.

#COVID-RADAR Antes de tudo... um pouco sobre ciência
A receita de pão de queijo da minha vó nunca seria publicada na Nature… métodos não reproduzíveis

 

Resultados e discussão: Nessa seção são relatados os resultados que foram obtidos através dos procedimentos descritos em materiais e métodos. Sobre esses dados será discutida as possíveis implicações e sua relação com o que foi levantado na introdução.

Conclusão: Finalmente chegamos ao ápice do artigo… as conclusões que podem ser tiradas dos resultados obtidos nos experimentos à luz da teoria levantada na introdução.

 

Essa divisão tem por objetivo sustentar os 3 pilares do método científico:

Hipóteses testáveis: Toda hipótese deve permitir um experimento que verifique que ela é falsa. A hipótese “vivemos dentro de um programa de computador que mimetiza perfeitamente a realidade” não pode ser testada. Teoricamente qualquer resultado pode ser explicado por alguma característica da matrix, assim não pode ser tema de um estudo científico (uso aqui ciência no sentido mais estrito de ciências empíricas).

 

#COVID-RADAR Antes de tudo... um pouco sobre ciência
Nós podemos estar no Matrix ou não… não tem como testar, não é ciência 🙁

 

Reprodutibilidade das análises: Todas as grandes conclusões da ciência, desde o raio da terra estimado por Eratosthenes com um bastão em 276 A.C., até a teoria da relatividade proposta por Einsten podem ser reproduzidas por qualquer pessoa. Isso significa que com os mesmos pressupostos e os mesmos resultados, deve-se encontrar a mesma conclusão. Assim, coisas como eu sinto, eu percebo, eu acredito (cara… esse é o que mais dói) não são bem vistas na ciência (empírica), o “eu” tem que ficar de fora do estudo.

Difusão do conhecimento: Bom aqui nos encontramos! O objetivo da ciência é que o maior número de pessoas possam entender os métodos, pressupostos e resultados para que dessa forma possam contribuir com novos métodos, pressupostos e resultados. Além disso, existe as revisões pelos pares, isso é o processo em que pessoas analisam o artigo e verificam se os métodos, pressupostos e resultados fazem sentido e propõe alternativas ou eventuais falhas de análise e isso só em possível com uma documentação adequada… um bom artigo com Introdução, material e métodos, resultados/discussão e conclusão.

 

Acho que é isso… podemos começar nosso artigo!